top of page
  • Andrea Maia

Quais as técnicas de mediação mais eficazes?

Atualizado: 31 de mai. de 2023

Mediar conflitos não é uma tarefa simples; é preciso desenvolver diversas habilidades para que seja possível manejar diferentes situações e ajudar pessoas a chegarem em acordos sem precisar passar pelo meio judicial.


Conheça algumas técnicas que são extremamente eficazes na hora de realizar sua mediação.


1. Rapport


O rapport é uma técnica que envolve o desenvolvimento de empatia e conexão entre o mediador e as partes envolvidas em uma disputa. O foco está em ganhar a confiança das pessoas para que elas se sintam à vontade e sejam mais receptivas a ideias e conceitos - e consequentemente, um acordo.


A mediação extrajudicial é extremamente dependente da relação entre mediador e as partes envolvidas, e quanto mais confiança for estabelecida, mais fácil será mediar.


2. Parafraseamento


Essa técnica trata de reformular frases já ditas pelas partes envolvidas, mas reestruturando-as de forma que elas comuniquem a mensagem sem as adições emotivas que muitas vezes surgem nessas reuniões.


O fator mais importante do parafraseamento é não alterar o conteúdo da mensagem original, buscando sempre compreender o que uma das partes disse antes de reestruturar a fala em algo que seja compatível.


3. Resumo


Existem muitos problemas, demandas e críticas que podem surgir em uma reunião para negociação de um acordo e muitas vezes as informações se atropelam e ficam sem clareza, o que pode atrapalhar qualquer chance de um acordo entre as partes.


O resumo é uma técnica que envolve ouvir as partes e encontrar pontos em comum que irão permitir um diálogo menos hostil, cada vez mais voltado para um acordo. Desta forma, ele pode resumir as informações que muitas vezes terão pontos em comum e utilizá-los a favor das partes e do bom entendimento.


4. Brainstorming


A mediação de conflitos pode ser feita por qualquer indivíduo com a formação adequada em cursos de mediação, e muitas técnicas vêm de outras áreas onde os indivíduos já têm formação.


O Brainstorming é uma técnica que veio da área de Marketing e que consiste em trabalhar, juntamente das partes envolvidas no conflito, ideias para resolução do problema. Através da conversa, o mediador permite que as pessoas ofereçam soluções e discute com elas a respeito da viabilidade, do quão a ideia é do interesse comum, entre outros aspectos.


5. Caucus


Também conhecido como sessões individuais, o Caucus é uma técnica que pode ser utilizada quando o diálogo entre as partes é inexistente ou agressivo demais para que seja estabelecido uma fundação para um acordo amigável.


Conversando individualmente com cada parte, o mediador ajuda cada um deles a refletir sobre as condições para fazer um acordo. Além disso, essa técnica é muito utilizada na hora de elaborar as propostas, principalmente quando o assunto é financeiro. O valor desta técnica está na confidencialidade, portanto, é importante definir quais informações são sigilosas e quais podem ser compartilhadas antes do acordo.


6. Escuta ativa


Essa técnica envolve diversos tipos de estratégias de comunicação que permitirão ao mediador entender as necessidades de todas as partes envolvidas e chegar à resolução do conflito.


Para aplicar esta técnica é preciso ser imparcial e não ser influenciado por juízos de valor e preconceitos, além de garantir que a linguagem corporal está mostrando claramente o seu foco total no relato da parte.


Quer aprender a mediar conflitos? Conheça o curso gratuito “Introdução à Mediação” e comece sua jornada. Clique aqui e saiba mais.


32 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page